Bloco Alvorada leva empoderamento feminino para o carnaval

Fonte: Da Redação

Crédito da Foto: Fafá M. Araújo / Divulgação

“Singular”. É a melhor definição para o Bloco Alvorada no Carnaval 2017. Isto porque, a instituição promete levar o protagonismo feminino no campo cultural e em diversas áreas em seu desfile, que acontece na sexta-feira de Carnaval, no circuito Osmar. No ano em que o universo das mulheres será abordado com o tema ‘Uma Alvorada para as mulheres’, a sambista e historiadora Juliana Ribeiro estreia no pioneiro bloco do gênero da Bahia.

E o time de artistas que vai garantir esse passeio por meio do melhor do samba baiano, de roda e do partido alto para mais de três mil foliões está formado. Os veteranos  do Alvorada Roberto Mendes, Gal do Beco, Raimundo Sodré, Aloísio Menezes, Rogério – Grupo Bambeia e ala de canto integrada por Marco Poca Olho, Arnaldo Rafael, Valdélio França, Ubiraci Bira (Negros de Fé), Tiago (Grupo Relicário Samba Meu) e Romilson (Grupo Partido Popular) vão se juntar também  ao sambista Reinaldo – O príncipe do pagode também como convidado.

“Estou ensaiando muito e alterando meu repertório para essa representação importante. Falar do empoderamento feminino é falar da rotina da mulher que cuida do filho, da casa que tem sua carreira profissional e ainda está linda no final do dia”, exalta Juliana.

Da arte na camisa feita pelo artista plástico Mundão até a escolha do repertório, tudo foi pensando com o objetivo de refletir a personalidade feminina, destacando suas conquistas, o empoderamento e a luta pela igualdade de direitos e respeito. Desde Tia Ciata–responsável por levar o samba da Bahia para o Rio de Janeiro– passando por Clementina de Jesus, Dona Ivone Lara, Claudete Macedo e Gal do Beco, é evidente a participação das mulheres no fortalecimento do samba. Mas o Alvorada amplia a homenagem para as que atuam em todos os campos profissionais e, em especial, as que carregam a ancestralidade negra.

LEIA MAIS: PERIGO: Moradores fazem vídeos de poste pegando fogo na Graça; Veja

Mesmo após 42 anos de desfile na folia, a sensação de fazer carnaval para quem gosta do genuíno samba é a mesma para o presidente do Alvorada, Vadinho França. “Há 15 dias da festa, a ansiedade toma conta. A experiência aumenta a responsabilidade. Não podemos errar por conta da nossa trajetória, em respeito ao associado e aos nossos artistas que são ícones de todas as vertentes do samba”, afirma.

A fantasia está à venda na sede do bloco (na Ladeira da Independência, nº 68 – sala 202, Gravatá) e nos balcões do Samba Vivo, dos shoppings Liberdade e Piedade. Os interessados também podem encontrar o Alvorada na internet pelo site www.alvorada.org.br ou acessar as redes sociais disponíveis no endereço eletrônico. Mais informações: 3322 3684 ou 3321 3675

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos na página facebook.com/aratuonline e também pelo youtube.com/portalaratuonline.