Senado derruba veto do presidente e autoriza reajuste salarial de servidores da saúde

O Senado derrubou o veto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao projeto que autoriza o reajuste salarial de profissionais de saúde e trabalhadores da educação pública, durante o período da pandemia de Covid-19. Em maio deste ano, Bolsonaro havia sancionado a lei que trata da ajuda financeira a estados, municípios e o Distrito Federal, com vetos ao reajuste de salário.

Na ocasião, o presidente alegou que as exceções que autorizavam reajuste de salários violam o interesse público ao diminuir a economia estimada com a suspensão dos reajustes. O veto incluía as categorias de trabalhadores da educação, saúde e segurança pública, servidores de carreiras periciais, profissionais de limpeza urbana e de serviços funerários.

A justificativa da maioria dos senadores ao derrubar o veto foi de que, esses trabalhadores atuaram direta ou indiretamente no combate à pandemia, mantendo serviços básicos e essenciais em um período em que parte da população se mantinha em casa, para evitar a disseminação do novo coronavírus. Segundo os senadores, essas categorias “merecem” ter o reajuste previsto, apesar da crise econômica.

O veto ainda será analisado pela Câmara dos Deputados em sessão prevista para a noite desta quarta-feira (19/8).

Siga-nos no Twitter: @linhadefrenteba

Nenhum comentário

Os comentários estão desativados.