Médico baiano é referência em cirurgia robótica

O médico Nilo Jorge Leão acaba de assumir uma das equipes responsáveis pelos atendimentos urológicos eletivos e de emergência do Hospital Aliança (HA), da Rede D’or.

O médico, que também coordena a uro-oncologia das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) e o Instituto Baiano de Cirurgia Robótica (IBCR), já realizou mais de 175 cirurgias robóticas nos Hospitais Santa Izabel (HSI) e São Rafael/Rede D’or (HRS), onde a tecnologia chegou no ano passado.

Responsável pela primeira cirurgia robótica pediátrica em Salvador, Nilo Jorge Leão é habilitado para atuar como proctor em robótica e possui 11 cirurgiões em treinamento sob sua supervisão. Atualmente, o foco do médico é oferecer um tratamento humano e o mais moderno possível por meio da urologia minimamente invasiva (tratamentos endoscópicos, laparoscópicos e robóticos) a fim de proporcionar recuperação rápida e resultados diferenciados a seus pacientes. Haja experiência!

Falta de mobilidade é o grande vilão das famosas dores nas costas

A quarentena imposta pela pandemia do novo coronavírus vem aumentando os casos da tradicional dor nas costas, mal que segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), deve atingir cerca de 80% da população mundial.

Porém, um fato que preocupa os médicos é o crescimento do número de crianças e adolescentes afetados por dores nas costas. Os motivos para esse aumento nos números vão desde a falta de exercício, até a má postura na hora de trabalhar. Entretanto é a falta de mobilidade é a grande vilã nessa história.

O fisioterapeuta e proprietário da Clínica Cuidar, Alan Dantas, explica que as pessoas por estarem mais restritas em domicílio, mesmo que praticando exercícios em casa,  se movimentam pouco e com isso o corpo fica mais enrijecido, e  tende a perder sua capacidade de se mobilizar.  A brusca redução das atividades favorecem ao enrijecimento do corpo e redução da mobilidade geral do corpo e assim a perda da mobilidade gera uma adaptação e quando menos esperamos a dor surge. A sensação é de exigir mais que nosso corpo pode oferecer na naquele momento somos capazes de tolerar.

“O paciente não tem mobilidade e quando precisa usufruir um pouco mais dessa flexibilidade natural que o corpo tinha, o músculo entende que foi exigido demais dele por estar enrijecido e, como defesa, trava” explica Alan.

A boa notícia é que pequenas mudanças já ajudam a prevenir e aliviar os sintomas, como alongamento, cuidado ao deitar e ao levantar, postura correta para pegar e carregar pesos, e o mais importante de todos, o exercício.

E o exercício não é só para fortalecer o músculo. “Estudos comprovam que músculo forte não é garantia de coluna protegida, na verdade o que garante uma melhor saúde da coluna é a mobilidade. Por isso sempre buscamos oferecer ao paciente maneira que ele possa se mover com a amplitude de movimentos que nosso corpo tem sem sofrer com dores”, afirma Alan.

O aumento no número de casos de dores nas costa na quarentena é justamente por essa falta de mobilidade. “Um trabalhador administrativo que fica sempre sentado, sem se mover muito e com uma frequência respiratória mais baixa, acaba que seu  sistema muscular adota aquele ritmo como sendo o normal e quando, de repente, resolve varrer a casa, levantar um sofá, ou até fazer um exercício a coluna trava por ter exigido demasiadamente do corpo antes de ter sido feito um preparo para a realização dessas atividades”, explica Alan.

A falta de mobilidade também é um dos fatores que vem causando o crescimento dos problemas de dores nas costas em crianças e adolescentes.  As crianças, antes dos tablets e video games, corriam na rua, pulavam corda, andavam de bicicleta, o que lhes dava uma maior mobilidade. Com a chegada e popularização dos computadores, tablets, celulares, videogames e netflix as crianças não se movimentam mais como antes.

Alan ainda ratifica que os grandes vilões que podem estar tornando os seres humanos mais sedentários são justamente os avanços das tecnologias que cada vez mais oferecem para as pessoas o que elas necessitam sem grandes esforços.

Um exemplo disso são as casas inteligentes, que permitem que o morador abra a janela, acenda a luz, feche a cortina ou limpe o chão, com apenas alguns toques no controle sem precisar sair do sofá para isso.

Startup baiana abre cadastro para médicos em plataforma digital

Meddy convoca profissionais de todas as especialidades para fazer atendimento no site e app 

A telemedicina chega a Salvador cadastrando médicos de diferentes especialidades através da plataforma Meddy. Com o objetivo de ser a principal parceira no cuidado com a saúde das pessoas, a qualquer hora e em qualquer lugar, a plataforma convoca os médicos para fazer o cadastro e conhecer este novo formato de atendimento através do site: www.meddyapp.com.br .

A plataforma deve começar a operar com os médicos cadastrados em sistema de teste a partir da próxima semana. Ela funcionará por duas modalidades: o atendimento plantão por fila, e na modalidade consultório, com marcação de consulta e valores de consulta estabelecidos pelo próprio médico.

“A plataforma Meddy dará aos médicos a liberdade de escolher os horários e dias da semana que deseja atender, além de preços que quer praticar. Eles conseguirão fazer o atendimento de qualquer lugar, sem passar pelos estresses do dia-a-dia de plantão em hospitais. Também poderão realizar as prescrições e pedidos de exame dos seus pacientes pela plataforma”, explica Julia Fernandes, CEO da plataforma.

O médico que fizer o cadastro no site www.meddyapp.com.br também terá acesso à cartilha de atendimento digital e imersões de comunicação online disponibilizados pela própria plataforma. A Meddy também disponibilizará uma equipe para tirar dúvidas dos médicos e pacientes sobre cadastro e telemedicina através dos canais digitais, site e Whatsapp durante o soft opening.

Jejum intermitente: benefícios que vão além do emagrecimento

Vinagre somado à estratégia nutricional pode ser um potencializador do jejum – Imagem: Pixabay

Se engana quem pensa que o jejum intermitente é uma prática que auxilia apenas no emagrecimento. O método, que intercala períodos de jejum com períodos de alimentação, pode ajudar em diversas atividades do organismo, como ajuste metabólico, aumento da performance física e mental, definição corporal e até mesmo otimização das funções cerebrais e raciocínio.

A prática pode ser realizada durante 10 a 24 horas sem ingestão de alimentos, diariamente ou somente em alguns dias da semana, intercalando com períodos de alimentação. “Nos momentos de restrição, o paciente deve ingerir apenas líquidos que não ‘quebram’ o jejum e que não possuam calorias, como água e chás sem açúcar, e café sem açúcar”, exemplifica a nutricionista Tamara Ferreira.

Quando o objetivo é o emagrecimento, essa estratégia nutricional incentiva o corpo a utilizar a gordura acumulada como fonte de energia, o que leva à perda de gordura corporal e abdominal, destaca a especialista.

Um dos líquidos que podem ser ingeridos durante o jejum é o vinagre, ingrediente que pode potencializar esses benefícios. “O vinagre é obtido através de um processo de fermentação acética do álcool etílico, vinho tinto ou branco ou frutas, como a maçã. O resultado é um líquido rico em ácido acético que pode ser utilizado na alimentação ou para conservar alimentos”, explica Christina Campos, coordenadora química do vinagre Minhoto.

Por não possuir quantidades significativas de carboidratos, proteínas ou gorduras, o ingrediente pode e deve ser consumido durante o jejum. “O vinagre pode ser diluído em água ou consumido em shot. Essa dose vai auxiliar na oxidação de gorduras, emagrecimento, facilitação da digestão e prevenção de possíveis distensões abdominais”, detalha a especialista.

Nos momentos de alimentação, é recomendada que a primeira refeição seja nutritiva, balanceada e com baixa carga glicêmica. “É importante que a quebra do jejum seja feita com uma alimentação rica em proteínas, como carne, peixe, frango, ovo, cogumelo e lentilha; em vegetais, como couve, agrião, brócolis, abóbora e chuchu; e frutas com baixo índice glicêmico, como ameixa, abacate, goiaba, tangerina, morango”, exemplifica Tamara.

Outros benefícios da prática do jejum intermitente são ainda o controle da glicemia e da produção de insulina, processos importantes para pessoas diabéticas, em que o vinagre também pode auxiliar. “Devido à presença do ácido do vinagre, os alimentos são absorvidos de forma lenta. Isso é muito importante para pessoas diabéticas, para que não haja um pico na taxa glicêmica do sangue”, explica a especialista.

Além disso, o vinagre também facilita a secreção da insulina pelo pâncreas e está associado à redução da glicose sanguínea. Porém, tanto o consumo do vinagre quanto a prática de jejum não são recomendados a todos os pacientes e devem ser realizados com acompanhamento profissional, lembra a nutricionista.

“Apesar dos inúmeros benefícios, o jejum deve ser realizado corretamente e com ajuda de um especialista”, reforça Tamara. Segundo ela, no início do processo o paciente pode apresentar náuseas, enjoos, fome, vontade excessiva de comer doce, ansiedade irritabilidade. “Essas condições clínicas são controladas através de estratégias nutricionais feitas por um especialista”, finaliza.

Dentistas explicam como escolher o creme dental adequado

O creme dental é essencial para a limpeza da boca e fortalecimento dos dentes. O produto leva à formação de uma camada protetora sobre os dentes que impede a proliferação de bactérias causadoras de cáries e outras doenças. Para as dentistas e sócias da clínica Spazio Oral, Júlia Torres e Renata Barbosa, é preciso muita atenção na hora de escolher a pasta mais adequada, já que, atualmente, é possível encontrar produtos para necessidades específicas.

Segundo a periodontista Renata Barbosa, os fabricantes de cremes dentais têm trazido inovações em suas formulações, com ingredientes mais potentes contra doenças e indicações ainda mais precisas. “Para escolher a melhor pasta de dentes, é importante identificar junto ao seu dentista qual o principal objetivo desejado: Ter dentes saudáveis apenas, reduzir um alto risco de cárie presente, reduzir sensibilidade dental, clareamento, seria para a higienização dos dentes de um adulto ou criança pequena?”

Para clarear os dentes

Existem pastas especialmente indicadas para ajudar a clarear manchas nos dentes causadas pelo consumo excessivo de café, cigarro e outras substâncias que deixam pigmentos nos dentes. De acordo com a ortodontista Júlia Torres, elas costumam ser indicadas para potencializar os tratamentos de clareamento feitos no dentista. “Mas vale destacar que seu uso excessivo pode causar danos aos dentes, como aumento das manchas e da sensibilidade, pois elas contêm substâncias abrasivas que corroem a camada externa dos dentes. Por isso, seu uso deve ser restrito a um curto período recomendado pelo dentista”.

Para dentes sensíveis

A sensibilidade aparece quando os tecidos que protegem a coroa (esmalte) ou a raiz dos dentes estão degradados, explica Renata. “Essa condição é muito incômoda e provoca dor sempre que a pessoa come alimentos muito frios, muito quentes, ou quando ocorre alguma pressão nos dentes, como durante as mordidas”. O uso de cremes dentais específicos para dentes sensíveis pode ajudar a aliviar o problema, mas a dentista alerta que “o acompanhamento com o dentista é necessário para avaliar a dimensão do problema e associar o uso do creme dental com outros tratamentos indicados”.

Para combater doenças periodontais

Já em casos de doenças periodontais, como a gengivite e a periodontite, Renata Barbosa afirma que, mais importante que o tipo do creme é a técnica utilizada para a higiene oral com a escova convencional, modelos de escovas específicos (como escova interdental e unitufo) e o próprio fio dental. Diversas marcas no mercado sugerem benefícios para as gengivas, mas nenhum deles estará acima de uma boa qualidade técnica da higiene.

Para combater alto risco de cárie

Algumas crianças e adultos apresentam alto risco de cárie identificado por lesões de mancha branca ativa (fase prévia à cavitação), má alimentação, má higienização e presença de lesões ativas de cárie em boca. Em cenários assim, o dentista poderá indicar o uso de cremes dentais com alto teor de flúor (até 5.000ppm). Seu uso em crianças requer cuidados quanto à prevenir a ingestão do produto. Portanto, seu uso deverá estar restrito à crianças que já saibam cuspir ou realizada por um adulto bem instruído pelo odontopediatra sobre a quantidade a ser utilizada, número de esovações por dia e outros aspectos.

Para os pequenos

A pasta para os pequenos deve ser diferente conforme a idade da criança e suas respectivas necessidades de flúor, explica Júlia Torres. “Quando surge o primeiro dente, a escovação já deve ser iniciada. A escovação com pasta com flúor deve ser sempre realizada por um adulto, orientado pelo odontopediatra ou pais. Se a escovação será conduzida por um outro cuidador sugere-se realizar a escovação com creme dental sem flúor. Até que a criança desenvolve uma boa destreza manual para a correta higiene e movimentos, a escovação deverá ser supervisionada sempre. Não há contra-indicação para o uso de cremes dentais com 1500ppm de flúor, assim como o creme dental dos adultos, entretanto, fiquem atentos para não deixar os cremes dentais ao alcance dos pequenos, e atentem para a quantidade do produto que deverá ser colocada na escova. De 0 a 2 anos, deve-se utilizar a quantidade de meio grão de arroz; de 2 a 6 anos, a quantidade de um grão de arroz e acima dos 6 deve ser do tamanho de um grão de ervilha”, destaca. A frequência da escovação também deve ser de 3 vezes por dia, “principalmente se a criança costuma comer muitos doces ou bebidas com açúcar, como sucos adoçados e refrigerantes”. Além disso, adultos e crianças devem evitar dormir sem escovar os dentes, pois o açúcar fica mais tempo em contato com os dentes devido à diminuição na produção da saliva durante o sono, o que aumenta as chances de cáries.

Acidentes domésticos com idosos crescem na pandemia

Com o confinamento de milhões de pessoas no país devido à pandemia do novo coronavírus, o alerta para acidentes domésticos ascendeu. Segundo dados da Universidade de São Paulo (USP), no Brasil, 29% dos idosos caem ao menos uma vez ao ano e 13% caem de forma recorrente – neste período de isolamento social, o número chegou a 30%.

O número de quedas, entre as pessoas com mais de 60 anos, saltou desde que as pessoas têm evitado sair de casa por causa do risco de contágio. Antes dos efeitos da pandemia, em janeiro e fevereiro deste ano, os atendimentos feitos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Salvador foi de 127 casos por mês. Já em maio, o total foi de 188 registros, representando aumento de 48%.

Crianças e idosos pertencem ao grupo de pessoas mais suscetíveis a acidentes domésticos. No entanto, são os idosos que são mais vulneráveis a quadros mais graves. Dentre os acidentes mais comuns, a queda é o que traz mais risco de complicações, pois muitas vezes causam lesões na cabeça, alertam especialistas.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, o Brasil registrou 301.479 internações por acidentes domésticos neste ano. Entre os acidentes mais comuns, estão quedas, queimaduras e afogamentos. A demora em procurar ajuda especializada impede o tratamento de situações importantes e, consequentemente, gera um aumento das sequelas causadas pelo acidente, pontua Angelina Oliveira, enfermeira e diretora da Padrão Enfermagem Salvador, empresa especializada na intermediação de profissionais de enfermagem e cuidadores de idosos, adultos e crianças.

A Padrão Enfermagem Salvador oferece serviços que vão de procedimentos pontuais, como administração de medicamentos, monitoramento de sinais vitais e testes de glicose; passando pelo acompanhamento integral com cuidadores de crianças e idosos que, além de tratar da saúde dos pacientes, auxiliam com tarefas de higiene e fazem companhia no dia a dia; até um trabalho efetivo de enfermagem e acompanhamento hospitalar para quadros de maior complexidade. Outras informações podem ser obtidas por meio do telefone (71) 99636-7676.

 

Famílias com idosos precisam adotar cuidados rigorosos com a saúde na pandemia

No Brasil e no mundo, os idosos estão no topo do grupo de risco de desenvolver os sintomas mais agravados da Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, que pode levar à morte. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 80% da população vai ter a doença e apresentar apenas sintomas leves. No entanto, a situação muda com o avanço da idade: o índice sobe para 8% em pacientes de 70 a 79 anos e chega a 15% em maiores de 80, segundo estudo do Centro de Controle e Prevenção de Doenças da China.

A orientação dada por autoridades de saúde é a de que os idosos precisam se manter isolados e adotar cuidados mais rigorosos com a saúde. Com a pandemia do novo coronavírus, novos serviços garantem cuidados com a saúde dos idosos, possibilitando uma rotina cada vez mais planejada e com cuidados redobrados. Muitas famílias buscam profissionais capacitados para preservar a vida de pais e avós, que necessitam de ajuda, principalmente com tratamentos médicos.

Essas pessoas precisam tomar muito cuidado com as medidas de proteção, segundo Angelina Oliveira, enfermeira e diretora da Padrão Enfermagem Salvador, inclusive no momento das consultas médicas.

A Padrão Enfermagem Salvador, empresa especializada na intermediação de profissionais de enfermagem e cuidadores de idosos, adultos e crianças, reforça a busca por cuidadores nesse período. “Famílias com idosos têm visto a necessidade de contar com profissionais qualificados para garantir os mais diversos cuidados com a saúde de um ente querido”, completa a diretora.

A empresa oferece serviços que vão de procedimentos pontuais, como administração de medicamentos, monitoramento de sinais vitais e testes de glicose; passando pelo acompanhamento integral com cuidadores de crianças e idosos que, além de tratar da saúde dos pacientes, auxiliam com tarefas de higiene e fazem companhia no dia a dia; até um trabalho efetivo de enfermagem e acompanhamento hospitalar para quadros de maior complexidade. Outras informações podem ser obtidas por meio do telefone (71) 99636-7676.

Cirurgias eletivas são retomadas em Salvador

 

Desde que a contaminação pelo Covid-19 mudou drasticamente a rotina dos baianos, ir ao médico e marcar exames deixou de ser uma decisão fácil até para quem mais precisa. Os cuidados com a saúde sofreram interrupção abrupta, chegando a uma queda de 80% na demanda por estes serviços nos meses de março e abril, evoluindo para 50% até julho. Nesse cenário, as cirurgias eletivas tornaram-se alvo de preocupação, uma vez que foram desmarcadas e adiadas em larga escala, chegando a ser suspensas em alguns hospitais.

Agora, lentamente, esse quadro vem sendo superado em Salvador, com remarcação de cirurgias que haviam sido adiadas e marcação de novos procedimentos pelos baianos. Hospitais que haviam suspendido esse tipo de serviço voltaram a realizá-lo, estando hoje todos os hospitais da rede particular baiana de saúde realizando tais procedimentos, ao tempo que executam rígidos protocolos de segurança para evitar a contaminação pelo Covid-19.

Se, por um lado, o medo do contágio paralisou os pacientes, por outro impulsionou as instituições de saúde a se estruturarem para garantir ambientes altamente controlados contra doenças infectocontagiosas. Protocolos e parâmetros de segurança foram intensificados e novos fluxos implantados nas suas rotinas.

“Medidas de proteção ao paciente sempre foram executadas, mas diante do alto risco de contaminação pelo novo Coronavírus, elas foram reforçadas”, pontua Mauro Adan, presidente da Associação de Hospitais e Serviços de Saúde da Bahia – AHSEB.

Dia do abraço: Veja os 15 benefícios para a saúde física e mental

Você sabia que no dia 22 de maio é celebrado o Dia do Abraço? Além de representar carinho e amor, dar e receber um abraço possui muitos benefícios para a saúde mental e física.

“Precisamos de 4 abraços por dia para sobreviver. Precisamos de 8 abraços por dia para nos manter. Precisamos de 12 abraços por dia para crescer”. Esta frase famosa da psicoterapeuta norte-americana Virginia Satir resume o quanto os abraços são importantes na nossa vida.

Quando damos um abraço e somos abraçados em troca, temos uma sensação de bem-estar e satisfação imediata, mas poucos sabem que, além deste sentimento de felicidade repentina, os abraços oferecem vários outros benefícios para a saúde física e mental.

Confira os principais benefícios do abraço:

1. Dar ou receber um abraço é a forma mais semples de fazer o corpo liberar oxitocina, conhecida como hormônio do amor e da felicidade.

2. Estudos mostram que os abraços têm o poder de reduzir os batimentos cardíacos e a pressão sangúinea, além de diminuir o risco de doenças cardíacas.

3. Os abraços ainda diminuem os níveis de cortisol, conhecido como homônio do estress.

4. Um abraço também é capaz de fortalecer o sistema imunológico. A leve pressão no esterno e a descarga emocional ativam o chakra do plexo solar, que por sua vez estimula a glândula timo.

5. Ela aumenta os sentimentos de apego, conexão, confiança e intimidade e ajuda a curar a solidão, o isolamento e até a raiva.

6. O abraço é processado pelo sismtema nervoso como uma recompensa, e por isso tem um impacto importante na mente humana, fazendo com que tenhamos uma sensação de felicidade e alegria.

7. Os abraços ainda ajudam a cultivar a pacienciae demonstrar o apreço, além de estimular a liberação de dopamina, o hormônio do prazer, e serotonina, o hormônio do bem-estar, amplamente associado ao bom humor.

8. Outro benefício é o fato de que abraçar alguém relaxa os músculos, ajudando a liberar e diminuir a tensão no corpo, deixando-nos mais calmos e relaxados.

9. Os abraços foram incluídos na mesma categoria do risco e da meditação. Os três são considerados atividades que relaxam e ns ajudam a estar completamente presentes no momento, esquecendo temporariamente dos problemas que enfretamos no dia a dia.

10. O toque carinhoso de um abraço ajuda a criar uma sensação de segurança, já que nos sentimos totalmente protegidos quando abraçamos alguém que amamos.

11. Além disso, cientístas encontraram evidências de que os abraços ajudam a reduzir nossas preocupações e medos existenciais.

12. Estudos também mostram que as sensações táteis dos abraços protetores que recebemos de nossos familiares na infância se mantêm no sistema nervoso quando nos tornamos adultos, e ajudam a aumentar nossos sentimentos de confinaça, autoestima e amor próprio.

13. A troca de energia que ocorre durante um abraço é um investimento no relacionamento, e ajuda a criar empatia e compreensão.

14. Um abraço ainda pode oferecer conforto a alguém que esteja passando por um momento ou situação difícil na vida.

15. A liberação da ocitocina obtida por meio do abraço também contribui para melhorar a memória.

Fonte: Jetss.com

Está sentindo dores? Veja como a microfisioterapia pode te ajudar

Está sentindo dores no corpo e não sabe como curar? Tem alguma doença – como alergia, rinite, cólicas, enxaqueca – e já fez vários tratamentos e não teve resultados? A Microfisioterapia pode auxiliar a solucionar estes problemas.

A técnica é capaz de identificar e entender os motivos que levaram ao surgimento destes sintomas, bem como as possíveis situações em que eles podem ser intensificados. A microfisioterapia busca compreender o sentido que a doença trás, verificar as regiões que estão sendo impactadas, estimulando o corpo a reagir e restabelecer a saúde e funcionamento do seu corpo.

Segundo o microfisioterapia, Alan Dantas, através de toques manuais, o corpo é estimulado a reconhecer e eliminar memórias de traumas acumulados. “Guardamos todas as memórias conscientes e inconscientes ao longo da nossa vida, vivenciadas de forma negativa. Quando não solucionadas, estas memórias armazenam-se em nosso corpo influenciando no surgimento das doenças”, explica.

O procedimento manual pode ser realizado por pacientes de qualquer idade. De acordo com o microfisioterapeuta, com 2 ou 3 sessões intervaladas em até 60 dias, já é possível observar os resultados. A técnica recomendada para ansiedade, insônia, depressão, dores de coluna, enxaquecas, processos reumatológicos, além de outras doenças classificadas pela medicina alopata, não possui contra indicações.

Mais informações: Clínica Cuidar  ou através do telefone (71) 3481-6344

© 2020 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA