Curso de cuidador de idoso garante qualificação profissional em meio à pandemia

A população brasileira enfrenta um envelhecendo rápido, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). O número de pessoas com mais de 60 anos no país triplicará até 2050, atingindo a marca de 64 milhões e aquecendo o mercado voltado exclusivamente para esse público.

Diante desse cenário, o cuidador de idoso exige qualificação profissional para garantir o bem-estar e qualidade de vida de pessoas que requerem cuidados específicos, e essa atuação vai além de ser uma tendência de mercado e se transforma em uma necessidade de sobrevivência com a pandemia do novo coronavírus.

O salário médio de um cuidador é de R$ 1.254, segundo publicações especializadas. Os salários, no entanto, podem variar de R$ 1.145 a R$ 1.918, respectivamente. Em Salvador, a média salarial desse profissional é de R$ 1.350. Os órgãos públicos são quem melhor remunera os cuidadores, com média acima de R$ 1.471.

No entanto, a formação de cuidador de idoso exige a qualificação de profissionais que precisam estar aptos a lidar com um público que precisa de cuidados cada vez mais intensos com avanço da idade. “Lidar com o idoso frágil requer muita técnica e formação específica, pois sem os cuidados necessários poderá comprometer a qualidade de vida”, assegura Angelina Oliveira, enfermeira e diretora da Padrão Enfermagem Salvador.

Para auxiliar na formação desses profissionais, a empresa lançou curso, oficina e treinamento com custos acessíveis. As inscrições estão abertas, seguindo os protocolos de higiene e as normas de distanciamento social.

O curso, oficina e treinamento, voltados para o público em geral, estudantes de enfermagem, técnicos e enfermeiros recém-formados, são estratégias de ampliação de cuidados e técnicas para quem espera se qualificar e atender a uma demanda crescente atual do mercado.

Villa Campus abre edital para seleção de professores

O processo irá selecionar profissionais de todas as disciplinas oferecidas pelo Villa, desde ensino infantil até ensino médio, para compor o banco de talentos da instituição – Foto: Divulgação

A instituição, que irá inaugurar a nova unidade Villa Litoral Norte, em 2021, abriu na última quinta-feira, 09, o processo seletivo para compor o banco de talentos da escola, tanto para atender a futura sede, quanto o campus que está em funcionamento, na Paralela. O novo formato será realizado completamente on-line, em virtude da pandemia, e busca selecionar profissionais capacitados para compor o corpo docente em futuras oportunidades.

“Os talentos são fundamentais para a execução do projeto pedagógico do Villa, que prima pela excelência dos seus resultados”, comentou Viviane Brito, CEO do Villa. As vagas serão preenchidas por professores capacitados para lecionarem em todos os segmentos e em disciplinas como Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Ciências, Espanhol, Química, Física, Biologia, Redação, Literatura, Sociologia e Filosofia.

O edital também busca professores de Artes, Teatro, Educação Física, Música e Língua Inglesa, assim como profissionais preparados para atuar no Currículo Bilíngue do Villa. Os candidatos serão convocados de acordo com a disponibilidade de contratação de cada segmento do Villa Campus de Educação.

Para se inscrever, os candidatos deverão apresentar Licenciatura concluída na área pretendida, conhecimento da BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e experiência profissional comprovada na área de atuação que pretendem lecionar (desejável especialização na área). As inscrições podem ser realizadas através do link “Trabalhe Conosco”, no site do Villa Campus de Educação (https://www.campusvilla.com.br/contato/trabalhe-conosco/).

© 2020 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA