Cairu anuncia previsão de abertura de Morro de São Paulo e Boipeba

Mais de quatro meses após as primeiras medidas tomadas pela Prefeitura de Cairu para contenção da Covid-19, entre elas a suspensão de serviços e comércio não-essenciais, de aulas e eventos, interdição de praias e restrição de meios de transporte, o município entra agora em outro momento. O Plano Novo Normal Cairu, iniciado nesta segunda-feira, 3, apresenta protocolos, parâmetros e fases para a retomada econômica e prevê a abertura de destinos como Morro de São Paulo e Boipeba para o turismo.

A cada etapa da liberação serão observados os indicadores epidemiológicos, que podem levar a alterações nas datas e medidas previstas. As atividades, a exemplo de clínicas e consultórios, bares e restaurantes e instituições religiosas, deverão seguir o protocolo geral e, quando houver, o protocolo específico do setor. Entre as exigências do protocolo geral estão o reforço da limpeza dos ambientes, a obrigatoriedade no fornecimento de álcool 70º nos estabelecimentos, o uso de equipamento de proteção individual e a distância mínima de dois metros entre as pessoas.

“O Plano Novo Normal Cairu foi preparado para a realização da retomada econômica do município de Cairu de forma responsável e segura. Todo avanço no plano em prol da economia de Cairu será feito de acordo com a capacidade das Unidades de Saúde e com base nos dados que indicam o avanço da doença em nosso município”, ressaltou o prefeito Fernando Brito.

A primeira fase do plano prevê a flexibilização gradual de transportes marítimos para moradores com destino a Gamboa e Morro de São Paulo, assim como Cairu, via Graciosa e, a partir do dia 10, abertura restrita do comércio varejista. Na fase seguinte, marcada para o dia 17, será autorizada a realização de encontros religiosos com restrições. Na mesma fase, os demais transportes marítimos (com destino a Boipeba, Monte Alegre, Moreré, Zimbo, Galeão, Garapuá, Torrinhas, Tapuias, Canavieiras e São Sebastião) também serão flexibilizados para moradores.

Já na terceira etapa do plano, prevista para 3 de setembro, o transporte marítimo será aberto para turistas que comprovarem reserva em meios de hospedagem. Bares e restaurantes também serão autorizados a abrir, com restrições, respeitando os protocolos. Nesta fase, ainda não será autorizado serviço de day use. Já o uso das praias para práticas individuais será liberado.

“Os protocolos de Cairu foram realizados de acordo com as orientações do Ministério de Saúde. Tomando todos os cuidados, o povo cairuense sairá vitorioso deste desafio”, reforçou o prefeito Fernando Brito. Para acessar mais detalhes sobre fases, protocolos e outras informações, acesse http://www.retomada.cairu.ba.gov.br/.

Medidas de incentivo

Para estimular o reaquecimento da economia local, a Prefeitura de Cairu criou e apoiou uma série de ações. Entre elas estão a flexibilização de prazos para pagamentos de IPTU; a oferta de guias, capacitações e consultorias para o trade turístico em parcerias com o Senac e Sebrae; a retirada de até 100% de juros, multas e débitos vencidos até 31/12/2019 e a criação do Programa REURB (Regularização Fundiária Urbana).

Fiscalização e denúncias

Obrigatório para todos os estabelecimentos, o descumprimento do protocolo geral pode gerar multa entre R$ 2 e R$ 10 mil reais, assim como cassação de alvará. Para contar com o apoio da população na fiscalização das medidas adotadas, a Prefeitura de Cairu lançou o aplicativo Cairu Cidadão, disponível para sistemas Android, onde podem ser registradas denúncias de atividades que vão contra as orientações para a contenção da pandemia. O objetivo da ação é facilitar a comunicação entre a população e a Prefeitura de Cairu e colaborar para que a retomada aconteça de forma segura para toda a população.

O Boticário reforça cuidados em lojas para reabertura do comércio em Salvador

Há mais de quatro meses com as lojas fechadas, atendendo ao público soteropolitano apenas pelos sistemas de delivery e drive thru, o Boticário se preparou com todo o cuidado e carinho, que já são conhecidos pelo público, para a reabertura do comércio, prevista para acontecer nos próximos dias em Salvador. Presente nos principais shoppings, além de supermercados e bairros da capital baiana, a atenção da marca no atendimento será percebida ainda na entrada, com o controle de acesso e a disponibilização em livre demanda de álcool gel para mãos.

Marcadores sinalizando uma distância recomendada entre os clientes foram instalados no chão e, atendendo aos protocolos municipais e estaduais, a marca reforçou a higienização nos balcões, prateleiras e demais superfícies das lojas, assim como em todos os produtos em exposição. As equipes, sempre usando máscaras de proteção, seguem reduzidas e será atendido apenas um cliente por consultor – mas a atenção está redobrada para que todos sintam-se seguros e confortáveis durante suas compras.

Em toda a Bahia, O Boticário tem mais de 300 locais de venda, entre lojas e pontos de revendedor e cada um deles têm corroborado com os protocolos de higienização para atender ao consumidor com segurança e tranquilidade.

Ambev lança, em parceria com a ONU, plataforma online para ajudar empresas a economizarem água.

A cervejaria Ambev lança, em parceria com a Rede Brasil do Pacto Global da ONU, a Fundación Avina e a Carbon Trust, o SAVEh (Sistema de Autoavaliação da Eficiência Hídrica), plataforma online inédita que oferece gratuitamente um sistema de gestão para empresas que usam água no seu processo produtivo consigam economizar esse recurso.
Com base na realização de um auto-diagnóstico, as empresas cadastradas podem identificar suas lacunas e selecionar ações para evolução das suas práticas, construindo um plano de ação personalizado que pode ser acompanhado mensalmente.
A ferramenta possibilita, ainda, a criação de relatórios customizados pelas empresas para acompanhamento dos indicadores e divulgação dos resultados para o público interno, clientes, fornecedores, entre outros.
Desenvolvido com base na ampla experiência e conhecimento acumulados pela Ambev nas últimas décadas, o SAVEh alia a reconhecida gestão da companhia a boas práticas operacionais amplamente testadas e implementadas nas suas centenas de cervejarias, no Brasil e no mundo. Para se ter uma ideia, o sistema de gestão utilizado internamente pela Ambev contribuiu, nos últimos 13 anos, para uma redução de mais de 40% no consumo de água da cervejaria.
“Estamos alinhados com os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU para garantir a gestão sustentável da água. Ela só é possível por meio da união de parceiros em um trabalho em rede, por isso, reunimos esforços dentro e fora dos nossos muros”, ressalta Renato Biava, diretor de relações corporativas da Ambev.
Ao estimular outras empresas a aumentarem sua eficiência hídrica, o SAVEh complementa os esforços da Ambev relacionados ao CEO Water Mandate, iniciativa estabelecida pelo Pacto Global da ONU que reúne empresas comprometidas com o problema da escassez de água e da falta de saneamento em todo o mundo. A Ambev e o Pacto Global da ONU também promoverão workshops para treinamento das empresas sobre a utilização da plataforma. Para um grupo de 12 empresas, será concedida ainda consultoria técnica e acompanhamento pessoal.
Além de economizar água nas cervejarias e ajudar outras empresas a economizarem água, a Ambev contribui para ampliar a segurança hídrica no Brasil por meio do Projeto Bacias. A iniciativa, que teve início em 2010, busca preservar e recuperar importantes bacias hidrográficas em diversas regiões, em parceria com as ONGs WWF Brasil e The Nature Conservancy (TNC). A cervejaria também passou a ser a maior patrocinadora da Coalizão Cidades pela Água, programa liderado pela TNC, que visa ampliar a segurança hídrica para mais de 60 milhões de brasileiros, em 12 regiões metropolitanas do país. Na prática, nos próximos anos, o grupo trabalhará para que a preservação de rios e nascentes seja incorporada na gestão dos recursos hídricos de 243 municípios.
Para se cadastrar, basta acessar www.saveh.com.br.
© 2020 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA